Vem conhecer o mundo!

Côte D´Azur

No coração da Europa, entre os Alpes do Sul e do Mediterrâneo, venha surpreender-se com a Côte d’Azur, ou Riviera Francesa. Embarque em uma excursão marítima para as Ilhas Lérins ou visite os resorts de praia de calhau de Mandelieu-la-Napoule em Menton. O Parque Nacional de Mercantour, juntamente com os outros 13 parques naturais no departamento da Côte d’Azur, formam um vasto espaço ideal para caminhadas, cavalgadas, bicicleta de montanha, canoagem, escalada e espeleologia. Esta região também abriga 15 estações de esqui com mais de 700 km de pistas.

Porto de Nice | Foto: Shutterstock

A região de Côte D´Azur tem um dos melhores trajectos à beira-mar da Europa. Cannes, Nice e Mónaco são ligadas por comboios regionais. É um lugar mítico, onde céu insolentemente azul da Riviera Francesa, e toda a luminosidade fascinou Renoir, Bonnard, Picasso …

O itinerário “The Painter’s Côte d’Azur” examina como essa região foi vista pelos grandes artistas (Monet, Renoir, Picasso, Chagall, Matisse, Dufy e assim por diante). De Antibes ao Museu Nacional Picasso “Guerra e Paz”, através da Fundação Maeght, seja conquistado pela paixão do pintor pela Côte d’Azur. A Villa Grega de Kerylos, as Cimiez Arenas, o Tropaeum Alpium são uma ampla evidência de fortes laços ligando a Côte d’Azur à Antiguidade, seja através de legado ou imitação directa. A Villa Ephrussi Rothschild, a Capela Notre-Dame des Fontaines ou o Santuário de Notre-Dame de Laghet mostram o quanto a Itália influenciou a arquitectura da Côte d’Azur, sem esquecer a Igreja Russa e o Museu Chagall, em Nice, ou o novo Museu Jean Cocteau (colecção Severin Wunderman) em Menton. Cannes, Saint-Jean Cap Ferrat e Nice são há muito tempo o local preferido da Aristocracia Internacional, que deixou marcas indeléveis nessas cidades. É a apoteose de elegância e luxo da Promenade des Anglais para La Croisette e de iates para palácios. O interior está repleto de locais de grande renome: Grasse e suas lojas de perfumes, St. Paul de Vence, e a Rota Napoleónica que liga Golfe-Juan a Gronable por mais de 300 km.

A estonteante vista do Promenade des Anglais, em Nice, com suas mansões e hotéis de luxo à beira-mar | Foto: Thinkstock

Foto: Pixabay

Descubra a gama completa de sabores da cozinha provençal, desde restaurantes com estrelas Michelin a estabelecimentos mais típicos. Prove receitas tradicionais como: pissaladière (prato de pizza), salada niçoise, raviolis, nhoque, daube (ensopado de carne vermelha marinado em vinho tinto), bacalhau (peixe seco, geralmente bacalhau), ratatouille, farcis niçois (legumes recheados) com carne e ervas), tourte de blette (torta de acelga suíça)… As barracas do mercado colorido transbordam com produtos locais juntamente com especialidades gourmet (mel, frutas cristalizadas) e produtos artesanais (especialmente fragrâncias derivadas de flores.

Para aqueles que não suportam a Riviera Francesa (por ser muito quente, muito lotado, muito caro), um conselho será: ir fora dos períodos de férias de verão, descobrir Saint-Tropez da durante a manhã, fazer caminhadas nas colinas do interior onde existem áreas miraculosamente preservadas, aldeias adoráveis, etc.

A nível de eventos pode referir-se o Carnaval de Nice e o famoso Festival Internacional de Cinema de Cannes que abre a temporada com uma série de prestigiados eventos culturais e artísticos, seguido do Festival de Jazz de Nice e de Jazz em Juan.